A partir de hoje, trabalhadores nascidos em junho podem sacar 2ª parcela do auxílio emergencial 2021

A partir de hoje, trabalhadores nascidos em junho podem sacar 2ª parcela do auxílio emergencial 2021
Imagem divulgaçao

Pessoas nascidas em junho podem sacar segunda parcela do auxílio emergencial 2021 a partir desta quarta-feira, 9. O dinheiro havia sido depositado pelo Governo Federal na conta digital da Caixa Econômica no dia 22 de maio, mas até então só podia ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, para o pagamento de contas domésticas, boletos e compras.

Além do saque, o valor também poderá ser transferido a uma conta corrente, sem custos adicionais ao trabalhador. Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CaÚnico) nascidos em junho poderão sacar a terceira parcela a partir de 27 de julho e a quarta, em 27 de agosto.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, informou, nesta terça-feira, 9, a prorrogação do benefício por pelo menos mais dois meses. Assim, se a previsão era para um encerramento em julho, a previsão é que seja estendido até setembro – prazo que pode ser ampliado, a depender do avanço da vacinação. Segundo Guedes, quem vai decidir o prazo é o presidente Jair Bolsonaro.

Paulo Guedes ainda explica que os recursos necessários à prorrogação serão viabilizados através da abertura de crédito extraordinário. O custo atual do programa é de cerca de R$ 9 bilhões.

O auxílio emergencial foi criado em abril de 2020 com o objetivo de atender pessoas afetadas pela pandemia da Covid-19. Enquanto no primeiro ano da pandemia o benefício foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil, para mães chefes de família, e em quatro de R$ 300 ou R$ 600, em 2021 as parcelas variam entre R$ 150 e R$ 375, a depender do perfil do cadastrado.

No geral, pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150, famílias recebem R$ 250 e famílias monoparentais chefiadas por mulheres têm acesso ao valor de R$ 375.

 Fonte: Jornal Opção