ENEL DISTRIBUIÇÃO GOIÁS REALIZA GRANDE MUTIRÃO DE MANUTENÇÕES NA REDE ELÉTRICA DE JATAÍ

 ENEL DISTRIBUIÇÃO GOIÁS REALIZA GRANDE MUTIRÃO DE MANUTENÇÕES NA REDE ELÉTRICA DE JATAÍ
Imagem divulgaçao
  • Mutirão está entre as ações previstas pela companhia para reduzir a incidência de quedas de energia no período chuvoso. 
  • Distribuidora já investiu cerca de R$ 57 milhões em melhorias, manutenções, instalação de tecnologia e expansão do sistema elétrico de Jataí.  

 

Goiânia, 18 de outubro de 2021 – A Enel Distribuição Goiás iniciou, no último sábado (16), um grande mutirão de manutenções na rede elétrica de Jataí. O mutirão inclui podas de árvores em contato com a rede elétrica na cidade, limpeza de faixa de servidão na zona rural, manutenção em estruturas deterioradas e troca de postes danificados. A ação faz parte de um plano que visa reduzir a incidência de quedas de energia no município no período chuvoso.  

 

Cerca de 10 equipes, com 40 colaboradores, atuam no mutirão, que inclui a realização de podas, correções de anomalias, que incluem cruzetas e isoladores danificados e cabos deteriorados, troca de postes e limpeza de 1.200 metros de faixa de servidão. “O objetivo é evitar interrupções no fornecimento de energia pelo toque da vegetação na rede ou por falhas em estruturas onde já identificamos a necessidade de uma manutenção, especialmente no início do período chuvoso, em que há muita incidência de vendavais”, ressalta o responsável da Unidade Territorial Sul, Romolo Yamamoto. 

 

Investimentos 

 

Somente no município de Jataí, a Enel Goiás já investiu R$ 57 milhões em obras de melhorias em subestações, construção de novas redes e manutenção de circuitos já existentes, instalação de equipamentos telecontrolados, ampliação da oferta de energia e conexão de novos clientes.  

 

Em 2019, a companhia ampliou e modernizou a Subestação Jataí, com investimento de cerca de R$ 5,5 milhões. A obra incluiu a substituição de um transformador de 15 MVA de potência por outro de 20 MVA e a instalação de equipamentos telecontrolados, contribuindo para a redução da demanda reprimida, histórica no município, e para a flexibilização da operação da unidade, que passou a ser controlada pelo Centro de Operações, em Goiânia. Complementando as obras na subestação, foram investidos R$ 4,5 milhões na construção de cerca de 13 quilômetros de novas redes de distribuição, permitindo a conexão de novos clientes e a interligação do sistema elétrico do município. 

 

Já em 2021, a empresa investiu meio milhão em uma obra na Subestação Rio Claro, localizada na zona rural de Jataí. Nesta unidade, a companhia construiu um novo vão, equipado com um religador automático, para a conexão de novas redes de média tensão. Aliado a essa obra na subestação, a Enel investiu outros R$ 2,3 milhões na construção de 40 quilômetros de novas redes de distribuição, dando mais opções de manobras em casos de falhas, podendo suprir o fornecimento de energia dos clientes por outras fontes de alimentação. 

  

Todo esse investimento já contribuiu para melhorias significativas nos indicadores de qualidade do município, medidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). “O nosso indicador de qualidade FEC, que mede a frequência média anual de interrupções, era de 21 vezes em 2017. No último mês de setembro, chegamos à média de 9 vezes, uma redução de 54%. Já o nosso DEC, que é a duração média em que os clientes ficam sem energia durante o ano, reduziu em 37%. Era de 31,8 horas em 2017, e fechamos setembro de 2021 em 19,9 horas. Sabemos que, apesar dessa grande melhora, ainda há muito a ser feito para que cheguemos ao nível de qualidade que a população merece e, por isso, seguiremos trabalhando incessantemente para melhorar cada vez mais o serviço prestado aqui no município”, ressalta o presidente da Enel, José Nunes.  

 

De acordo com o diretor de Infraestrutura e Redes, José Luis Salas, para aumentar a confiabilidade do sistema elétrico do município e diminuir as interrupções do fornecimento de energia, a companhia intensificou o número de manutenções preventivas e corretivas na região. De acordo com ele, somente entre 2020 e setembro de 2021, a companhia já realizou 11.505 podas de árvores que estavam em contato com a rede, corrigiu 11.557 pontos de degradação, como cabos deteriorados, cruzetas e isoladores danificados e limpou cerca de 3.400 quilômetros quadrados de faixa de servidão na zona rural. Adicionalmente, foram inspecionados cerca de 1.700 quilômetros de redes com equipamentos termográficos, que identificam pontos quentes na rede, a fim de encontrar possíveis anomalias e programar as manutenções necessárias. 

 

“Adicionalmente, já trocamos 16 transformadores que estavam em mau estado de conservação, por outros novos e mais modernos. Com esses novos equipamentos melhoramos os níveis de tensão da energia fornecida e evitamos oscilações no fornecimento de energia por sobrecargas. Ainda este ano, outros 9 transformadores serão trocados no município, trazendo melhorias para o fornecimento de cada vez mais clientes”, completa. 

 

Aliadas às manutenções, a Enel tem investido fortemente na instalação de tecnologia na rede elétrica de Jataí, por meio de equipamentos telecontrolados. Os aparelhos telecomandados permitem a operação do sistema elétrico de forma remota, pelo Centro de Operações, localizado em Goiânia, dando mais agilidade na retomada do fornecimento de energia em casos de falhas. “O telecontrole pode ser instalado em redes trifásicas, utilizando chaves telecomandadas e religadores automáticos, e em redes monofásicas rurais, com a mais nova tecnologia trazida pela companhia, os TripSavers, que são religadores monofásicos automáticos. Eles substituem as chaves manuais, em que normalmente precisamos deslocar uma equipe somente para rearmá-la, ou ‘bater a chave”, na linguagem popular" comenta o responsável da regional Sul, Itamar Albuquerque.  

 

Até o momento, Jataí já conta com 116 equipamentos telecontrolados, entre religadores automáticos e chaves telecomandadas, nas redes trifásicas do município. Mais 3 telecontroles entrarão em operação no município ainda esse ano. Adicionalmente, 26 TripSavers já foram instalados e estão em operação. Outros 7 TripSavers serão instalados até o fim do ano, dando mais confiabilidade para o fornecimento de energia na zona rural do município.  

 

Outro ponto de forte atuação em Jataí é a conexão de novos clientes rurais no município. De 2017 para cá, a Enel já realizou cerca de 80 novas conexões rurais, levando energia para famílias que esperavam por esse serviço há anos. Mais do que conectar clientes à rede, as conexões rurais conectam essas famílias à sociedade, dão dignidade, oferecem novas oportunidades e contribuem para o desenvolvimento da região. Atualmente, existem outros 96 pedidos de conexão, sendo que 68 estão em fase de elaboração de projeto e 28 em fase de programação para a execução. 

 

Nos próximos anos, a Enel seguirá investindo fortemente no sistema elétrico de Jataí para melhorar cada vez mais a qualidade da energia fornecida aos jataienses. Entre as obras previstas estão a construção de novas redes e o recondutoramento de circuitos de média tensão, interligação entre a Subestação Jataí e a Subestação Parque das Emas, em Mineiros, e a construção da nova Subestação JK. “Estamos trabalhando para tornar o sistema elétrico de Jataí ainda mais robusto e confiável. O município é um dos que mais cresce no Estado e continuaremos atuando para contribuir cada vez mais para o desenvolvimento de toda a região”, finaliza José Nunes. 

 

Sobre a Enel Distribuição Goiás  

  

A Enel Distribuição Goiás, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 237 municípios do Estado de Goiás, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km². A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 3 milhões de clientes atendidos pela companhia. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.