Ex-Promotor de Justiça de Jataí, Procurador Marcos de Abreu e Silva se aposenta após 44 anos de dedicação ao MP-GO

Ex-Promotor  de Justiça de Jataí, Procurador  Marcos de Abreu e Silva se aposenta após 44 anos de dedicação ao MP-GO
No MP-GO desde outubro de 1976, Marcos de Abreu e Silva se aposentou

O procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi, declarou nesta segunda-feira (19/4) a aposentadoria compulsória do procurador de Justiça Marcos de Abreu e Silva, de 75 anos, titular da 7ª Procuradoria de Justiça. Membro do Ministério Público de Goiás (MP-GO) desde 15 de outubro de 1976, atuou inicialmente na Promotoria de Justiça de Pedro Afonso, comarca hoje pertencente ao Estado do Tocantins. Em 16 de fevereiro de 1979, foi promovido para a comarca de Porto Nacional, de segunda entrância, que também atualmente integra o Tocantins.

Em 22 de abril de 1980, Marcos de Abreu e Silva foi promovido para a 3ª entrância, assumindo a 1ª Promotoria de Justiça de Jataí. Foi removido para a 30ª Promotoria de Justiça de Goiânia em 30 de abril de 1984. A promoção ao cargo de procurador de Justiça ocorreu em 26 de abril de 1991.

Atualmente, era membro da Comissão de Assuntos Institucionais e Defesa das Prerrogativas Institucionais do Colégio de Procuradores de Justiça do MP-GO. Também foi membro da comissão eleitoral para escolha de nome a ser indicado ao Conselho Nacional de Justiça, entre outras atividades de relevância na instituição.

Em sessão realizada hoje, o Conselho Superior do MP aprovou, por iniciativa do conselheiro Abraão Júnior Miranda Coelho, moção de cumprimentos ao procurador de Justiça agora aposentado. A moção faz referência tanto à aposentadoria quanto ao aniversário de Marcos de Abreu, que completa 75 anos nesta segunda-feira (19/4). Nos cumprimentos, o CSMP destacou “a jornada vitoriosa do procurador” no MP-GO e fez um tributo aos “ensinamentos por ele compartilhados” em sua vivência na instituição. (Texto: João Carlos de Faria/Foto: João Sérgio - Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)