Goiás ganha complexo de referência em saúde mental

Goiás ganha complexo de referência em saúde mental
imagem divulgaçao

O Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química Prof. Jamil Issy (Credeq), em Aparecida de Goiânia, agora é um complexo de referência estadual em saúde mental.  

 

A unidade do Governo de Goiás teve a carteira de serviços alterada para abrigar um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD) IV e quatro Unidades de Acolhimento Adulto (UAA). São duas UAA femininas e duas masculinas.

 

Esse é o quarto CAPS AD IV habilitado no país. Os demais estão nos Estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

 

A gerente de Saúde Mental SES-GO, Helisiane Figueired, explica que a mudança representa um grande avanço no cuidado em saúde mental em Goiás. "Isso porque o modelo assistencial ofertado pelo CAPS e UAAs estão em consonância com as diretrizes da Política Nacional de Saúde Mental”, diz.

 

Helisiane Figueiredo acrescenta que essa política tem como pressuposto o tratamento extra-hospitalar e integral e que também proporciona o vínculo paciente-profissional.

 

O acréscimo de serviços foi possível com habilitação dos serviços pelo Ministério da Saúde. Mensalmente, o governo federal repassa R$ 400 mil para o CAPS AD IV. Além de R$ 25 mil para cada UAA, totalizando um repasse de R$ 500 mil por mês.

 

Mudança

 

O Credeq, inaugurado em 23 de junho de 2016, até então, atendia usuários com uso abusivo de álcool e outras drogas. O atendimento era somente em regime de internação e ambulatorial, o que contrariava a Política Nacional de Saúde Mental.

 

Helisiane Figueiredo explica que foi necessário o esforço do Estado para mudança no perfil do Credeq. “A unidade nunca havia sido habilitada pelo Ministério da Saúde, por não se enquadrar na política nacional de saúde mental”, esclareceu.

 

Referência em saúde mental

 

O CAPS AD IV é um componente especializado destinado a proporcionar a atenção integral e contínua a pessoas com transtornos mentais graves e persistentes. O Centro de Atenção também atende pessoas com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas.

 

O funcionamento da unidade é 24 horas, em todos os dias da semana, inclusive finais de semana e feriados. O CAPS AD IV dispõe de 18 leitos de observação.

 

A Unidade de Acolhimento Adulto é um dispositivo que faz parte do componente de atenção residencial de caráter transitório da Rede de Atenção Psicossocial. O objetivo é oferecer cuidados contínuos de saúde, 24 horas por dia, em ambiente residencial, a pessoas com necessidade decorrente do uso de crack, álcool e outras drogas.

 

O serviço atende pessoas que apresentem acentuada vulnerabilidade social e/ou familiar e demandem acompanhamento terapêutico e protetivo de caráter transitório, cujo tempo de permanência é de até seis meses.

 

O atendimento CAPS AD IV é destinado a toda população do Estado. O agendamento é por meio da Central de Regulação Estadual.

 

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde - Governo de Goiás