Importância da saúde mental no empoderamento da mulher

Importância da saúde mental no empoderamento da mulher

Neste mês é comemorado o Dia Internacional da Mulher. É um momento de reflexão sobre os cuidados da saúde e da mente, pois há muita diversidade entre as mulheres e cada uma tem uma experiência diferente para contar. E por que não trazer para o debate um tema que muito está em alta e proporciona diferentes discussões? O empoderamento feminino.

A psicóloga clínica do Grupo América e Sistema Hapvida, Nayara Calaça, define que: “o empoderamento feminino significa que qualquer mulher, em qualquer lugar, pode ter controle da própria vida, definir metas, adquirir habilidades e agir. É um ser livre pra decidir e controlar suas ações e falar por si”.

Esse processo de empoderamento contribui para que as mulheres tenham o direito de participar ativamente dos mais diversos tipos de debates e tomem decisões que influenciarão no futuro de todos. “É um momento que faz com que a mulher se assuma enquanto pessoa e ressalte as características que considera positiva de si, que vai muito além da busca de afirmações sobre a igualdade de gênero”, destaca Nayara.

Por outro lado, algumas dificuldades são encontradas e requer um bom equilíbrio psíquico. “Muitas vezes acaba levando a competição entre as mulheres. É como se não bastasse ter que ser boa e se destacar entre as próprias mulheres, e isso gera um desgaste muito grande, explica a psicóloga do Grupo América.
 

Inteligência emocional da mulher empoderada

A mulher empoderada é aquela que assume suas características como sendo válidas o suficiente para sustentar suas escolhas, decisões e opiniões.

“Ela se conhece o suficiente para driblar os próprios mecanismos sabotadores, sendo assim assume quem realmente é e não cobra de si que seja uma ‘mulher maravilha’. Que ela também é passiva de erros e caso esses aconteçam, não fica se martirizando e torturando. Ela aprende com aquela escolha e segue adiante. Não busca o tempo todo e nem é seu objetivo agradar e ser aceita por todos. Dentro dos seus valores é aquela mulher que se conhece dentre as qualidades e defeitos, seus limites e desejos. Dessa forma transmite a confiança que tem em si e é capaz de perceber em que deve investir e o que lhe faz mal a ponto de deixar pra traz sem se culpar. A característica principal é a busca de ficar confortável consigo, não competir ou provar algo para ser aceita”, define a psicóloga Nayara. 

Entre as características que fortalecem o empoderamento feminino está a sororidade. Definida pelo bem-estar que existe quando uma mulher aprende a dar poder para outras mulheres e quando cada mulher assume seu poder individual. A psicóloga explica ainda que “ao empoderar, há espaço para o ‘eu também’. Com isso, há crescimento e fortalecimento do papel de todas na sociedade e é aí que está a importância de um equilíbrio emocional nessas ações”.

Rafaela Soares- Assessoria de Imprensa